Becky do amor

16jun09

ou: Confessions of a Lovaholic!

Um homem errado é como um suéter de pashimina com 50% de desconto.  A primeira vez que você usa, é como seu melhor amigo. Ai, você descobre que não é pashimina de verdade.

onciinha ana

Parafraseando Becky Bloom on my own way, vou falar sobre o comportamento das mulheres em relação aos homens (porque sobre economia.. eu já desisti, hehe).

Muitas vezes, o medo de ficar para a titia faz com que nós, mulheres bonitas,  bem sucedidas, independentes e inteligentes, aceitemos qualquer um ao nosso lado – apenas para não ficar sozinha.

O que muitas vezes esquecemos é a máxima do antes só do que mal acompanhada. Não estou falando que devemos esperar um príncipe encantado – desta forma casamentos realmente entrariam em extinção. Só estou dizendo que aceitar ao nosso lado “aquele babaca de correntão de prata, gel no cabelo arrepiado, 40 cm de bíceps e um cérebro de ostra em coma”, como diz o Cafa, apenas para não ficar sozinha, nós faz tão babacas quanto eles. E são exatamente esses caras que são nossas falsas pashiminas, com 50% de desconto.

E essas falsas pashiminas são nossos sabotadores de looks. É como sair de casa linda – mas esquecer de passar desodorante. É comprar os sapatos perfeitos, mas que machucam seus pés. É comprar uma calça da Daslu que rasga na primeira usada (baseado em fatos reais!). São os Kevin Federline’s, Chris Brown’s e Bobby Brown’s de nossas vidas.  (mesmo que eu acredite que todas nós devemos conhecer homens assim, para dar valor quando encontrarmos um de verdade)

Esperar o príncipe encantado é besteira. Colocar qualquer um ao seu lado e ser apenas um lanchinho, coadjuvante na vida de alguém é diminuir seu tamanho e potêncial.

Mas então, como conseguir alguém especial? Minha querida, isso não consigo te responder nem com ajuda dos orixás, pistas de tarô e leitura do mapa astral.  A única coisa a fazer é se valorizar. E… esperar. Muito. Mas não sentada, senão você não conhece ninguém e quem não arrisca.. já sabe, né?

O primeiro passo é também o mantra de Becky, em Delírios de Consumo de Becky Bloom. Antes de comprar, você tem de se perguntar: do I really need this? Antes de se envolver com alguém, o verbo pode ser alterado: eu realmente preciso/quero alguém assim do meu lado?  No livro Ele simplesmente não está afim de você, os autores falam para que você escreva cinco motivos para ligar para um cara (que tem seu telefone e, sabe-se lá porque, ainda não te ligou). Depois de escrever os motivos, espere cinco minutos e releia. Vale mesmo a pena?

Meu conselho é quase o mesmo. Antes de se envolver emocionalmente com alguém, escreva os motivos para que isso dê certo e você seja feliz. Espere dez minutos e releia. Se ainda achar que vale a pena, aconselho falar com minha BFF (alôoo Amanda! ). Ela com certeza te dará motivos o bastante para manter seus pés no chão.

Limpeza: De nada adianta escolher e filtrar seus relacionamentos quando seu passado continua lá, emperrando sua vida. É como sutiã neon: se não deu certo no passado, tão pouco dará no futuro.

Acontece que nós, mulheres, guardamos roupas que não deram certo em nós nem quando eram moda. E insistimos que um dia aquilo voltará a estar em alta – mesmo sabendo, no fundo, que aquela peça nunca voltará a ser hit.

Com os ex, é a mesma coisa. Depois de um tempo guardados, esquecemos de seus defeitos, das brigas, dos caôs/chifres que levamos, e acabamos nos sabotando – e achando que tudo pode ser diferente, que ele pode voltar a ser hit, que as pessoas mudam… well, guess what? Isso sim é acreditar em contos de fadas. Ou em lendas urbanas amorosas, como em algum episódio antiguiguíssimo de Sex and the City.  Raras são as vezes que as pessoas mudam e raras são as vezes que as coisas que guardamos realmente voltam a moda.

Mas, acredite, aquela comunidade batida no orkut tem muito de verdade: o que é para ser nosso, ninguém tira. Se o destino quer vocês dois velhinhos e juntinhos na cadeira de balanço.. vocês vão ficar juntos, no matter how.

Deixe seu passado, no passado. Foi lindo, intenso e marcante.. enquanto durou. Uma vez ouvi em algum lugar que enquanto as pessoas estão no jardim procurando trevos de quatro folhas, a sorte está tocando a campainha, em frente a porta. Com o amor é a mesma coisa: enquanto estamos insistindo em um passado que já deu, um novo (e possível!) amor bate a porta…

Take it easy: Encontrar um bofe-escândalo não é encontrar um Manolo em liquidação. Não precisa correr com medo de que alguém pegue sua ‘mercadoria’ primeiro. Quando as coisas são para acontecer, simplesmente acontecem. Sem búzios, tarô, figuinha ou amarração do amor.

Nas horas de desespero, vale lembrar que Carrie levou seis temporadas e um filme para (finalmente) ficar com Big. E ainda sim existem rumores de que no segundo filme ela vá ser traída por Big (please don’t!). Aquele vestido com corte perfeito não foi desenhado de um dia para o outro, assim como as coisas não acontecem desta forma. Histórias de amor não levam minutos para serem escritas, muito menos para acontecer.


Valorize-se!:
Sempre. Em todos os momentos e setores de sua vida. Com os bofes, com as amigas, na sua profissão. Quem não valoriza seu potencial não é ninguém. De que adianta um currículo com os melhores cursos, as melhores faculdades quando o profissional, como pessoa, não tem noção de seu potencial? Você contrataria alguém assim?

Nos relacionamentos, a mesma coisa acontece. Eu não quero do meu lado uma amiga que esteja sempre para baixo, reclamando de tudo e de como não tem sorte, é feia, está acima do peso… (Deus me livre de ser alguém que quer gente assim do lado! Pessoas que precisam de gente ‘menor’ do lado para se sentir bem, no fundo são as menores pessoas que existem!). Quero do meu lado amigas fabulosas, realizadas profissionalmente, afetivamente. Quero do meu lado gente que me traga energia boa, que me faça bem. Valorizo minha família, valorizo minhas amigas e acima de tudo, valorizo a mim.

E é exatamente por isso que não aceito ter do meu lado um namorado que seja menos do que eu sou.

(Update:  Se você ainda tá emburrada por ter passado o dia dos namorados sozinha, vale dar uma lidinha nesse post do Cafa. Ácido, mas muito verdadeiro)

Anúncios


2 Responses to “Becky do amor”

  1. MA-RA-VI-LHO-SO esse post! Muito verdade mesmo, amei!
    beijos

  2. 2 Tuba

    tudo muito complicado. muito complexo.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: